O que você come?

(Esse não é um texto sobre veganismo, mas sobre entender como esquecemos do que sempre foi considerado alimento!)

Desde que mudei alguns hábitos alimentares mais e mais pessoas me dizem que tenho uma dieta muito difícil e restritiva e me questionam sobre o que eu como.

Comendo uma tigela de cereais com frutas e lendo um artigo sensacional sobre ‘como ser vegano sem gastar uma fortuna’ (sim, deixar de comer coisas de origem animal não significa gastar muito ou viver de oleaginosas e tâmaras) comecei a refletir…

Quando eu era criança sempre tinha arroz, feijão, uma verdura, um legume e salada. Bom, tinha carne também, mas o importante a ser comido era a verdura, o legume e o arrozfeijão (que eu considerava como uma entidade inseparável). Tirando a carne 90% do prato era vegano, como na maioria dos lugares. Cereais, leguminosas, legumes, verduras e saladas.

A carne se tornou requisitada, mais vacas eram necessárias, mais gado criado, e com isso a carne se torna mais popular e mais barata, com mais vacas podemos concluir que aumenta o leite que a indústria habilmente empurra como item de vital importância. O queijo e o leite deixam de ser uma iguaria e viram grupos importantes da pirâmide alimentar. Os produtos industrializados também crescem e viram populares sob a égide de serem produtos de ‘gente civilizada e avançada que não pode perder tempo cozinhando’ (ou vocês não lembram da abertura dos mercados como as propagandas faziam parecer ‘chique’ ter acesso aos industrializados e modo de vida do primeiro mundo?).

Ok, foi uma forma grosseira de descrever a história da (in)volução da alimentação, mas pense um pouco sobre ela… (mais um pouco…)… há muito pouco tempo as comidas não vinham em caixas! As verduras, legumes, leguminosas e cereais faziam parte da alimentação. 30 anos é muito pouco tempo para as pessoas terem esquecido que 80% do prato era “vegano”. Salada, cereais, legumes, verduras não eram coisas de gente vegana, eram simplesmente COMIDA!

As carnes, laticínios e encaixotados (industrializados) cresceram tanto que as pessoas esqueceram que todo o resto é alimento.

E então algumas pessoas voltaram (alguns nunca deixaram) a preparar seus alimentos, escolheram não comer esses grupos alimentares (lembrando que há muito pouco tempo não eram alimentos de uso diário) e passaram a ser vistas como pessoas que têm uma dieta restritiva ou muito difícil.

Minha dieta não é restritiva por não comer coisas que tem olhos (e alguns seres que não tem) e laticínios, na verdade ela é muito mais inclusiva agora que tirei os laticínios, pois ela inclui PANCS e PACS (brinco que são as plantas convencionais), cereais, oleaginosas, frutas, etc. Meu paladar mudou radicalmente e sem esses grupos me abri para muitos outros alimentos.

Ninguém diz que alguém que não come berinjela tem uma dieta restritiva. Conheço pessoas que vivem sem saladas e legumes e não consideram suas dietas restritivas. Então porque a minha sem carnes e laticínios é tida como restritiva? É uma opção (além de um chamado de alma) que fiz assim como as pessoas que optam por não comer frutas, saladas, legumes….

O que você come? Como você se nutre? Com todo o resto!

A vida encaixotada e baseada em recomendações alimentares de indústrias não criou opções, mas colocou um antolho nas pessoas que vivem cada vez com mais problemas de saúde, alergias, cansaço, problemas de peso, etc sem observar a diversidade alimentar e nutricional que existe.

Solução? Consciência! Estar consciente do que você se nutre em todos os níveis! Nutrição física, emocional, mental, espiritual, emocional (novamente!). Deixar de comer algo ou optar por comer algo deve ser mais do que uma escolha racional, deve ser uma escolha da sua essência! Respeite-se como um ser divino e ouça o que esse ser divino quer!

Respondendo a pergunta inicial: o que eu como? Todo o restante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s