Da Flor ao Mel

Fiz uma leitura de uma cadelinha muito especial. Durante essa leitura foi trazida mais uma vez a energia das abelhas.

Sou apaixonada por abelhas e tenho uma história de cura muito especial da qual elas fizeram parte. Todas as vezes que as abelhas entram para trazer alguma mensagem sempre tem algo muito especial.

Dessa vez as abelhas falaram sobre o abuso que elas sentem na forma que as tratamos para usar os produtos que geram.

As abelhas em outros momentos já mostraram ter uma relação muito especial com o tempo (falarei dessas conversas em outro momento), mas que precisam ter seu ciclos completos.

Elas mostraram que tem muito a oferecer e que produzem coisas maravilhosas, numa quantidade superior ao que elas precisam e que poderia ser usada não apenas pelos humanos, desde que os ciclos delas fossem respeitados.

Elas mostraram que trabalham beirando a exaustão por conta dos artifícios humanos que impedem a completude dos ciclos. São luzes que enganam fazendo a vez da luz do sol, retirada dos materiais que elas colhem como pólen, retirada do mel antes de finalizado, mudança da colmeia para locais mais quentes dando a constante sensação da estação em que elas mais trabalhariam. Uma série de artifícios que faz com que o trabalho delas nunca se cumpra dentro do ciclo.

Muitas morrem de exaustão. Outras envenenadas pelos tóxicos que as pessoas jogam nas flores. Muitas pelos ciclos que não completam e cria uma confusão no ritmo interno. E muitas não entendem o que está sendo feito e porque nunca conseguem completar o trabalho.

O respeito aos ciclos, ao sol, ao néctar das flores, ao tempo é essencial para elas e para o que elas produzem, elementos que tem uma vibração superior e capacidade de cura e de trazer vida, além de propriedades que tem capacidade de transcender o tempo. No entanto da forma que os humanos transformaram em produção, o produto é incompleto e o ciclo de trabalho delas não finalizado.

Assim que fechou a energia para receber essa informação, eu olho para a janela e vejo uma abelha entrando pela janela…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s