Rapidinha despretensiosa.

Numa conversa despretensiosa pela manhã:

Eu: “I”, como fazer para integrar vocês? (Me referindo aos outros cães)
I: (muito agitada e sem muita disposição para conversar) Integrar?
Eu: Sim, para que todos possam conviver aqui.
I: Primeiro você tem que entender a dinâmica da espécie. Não somos como eles (tinha acabado de pensar nos gatos), eles se conectam mais a um mundo invisível e nós ao visível.

Nesse momento ela olha e mostra uma ideia muito mais complexa dessa questão do visível e invisível, que eu ainda estou tentando traduzir e pulando vai embora. 5 min depois retorna e mostra que alimentar os cães juntos e fazer passeios juntos pode ser uma ótima solução, mas incomodada com a conversa (mista que exige o uso de estruturas que ela não está acostumada) volta a pular do meu lado aproveitando o tal “visível”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s