Fama vazia

Quando era criança eu acreditava que se uma pessoa era famosa e estava na televisão era pq ela devia ser uma assumida de no que fazia, uma das melhores! Queria ser famosa pq isso significaria que eu era a melhor em algo e isso estava sendo reconhecido. (Acho que já daria para parar por aqui, né?! Já está implícita a reflexão sobre fama versus conteúdo do famoso!)
Mas vamos um pouco mais. Então chega a era da internet e das telas, o que vale não é mais o conteúdo das mensagens e as interações tais, mas sim o número de seguidores e o número de likes/hearts/“whatevers”. Bom, tirando os inúmeros textolhões que eu poderia fazer sobre a minha frustração em descobrir que a fama e capacidade não são sinônimos, vejo cada vez mais uma necessidade de crescer em followers e não nas interações. As contas que mais seguidores tem muitas vezes são as mais vazias. Cursos e mais cursos de como ganhar seguidores, como fazer sua conta bombar, pessoas ficadas em criar conteúdos de contas que nada tem a ver com elas e pergunto: pra que?
Observei que algumas contas que seguia eu acabei interagindo e não houve qq resposta. Uma delas participei de uma pesquisa que enviava um e-mail bonitinho: “Olá Camila, como você está? Isso não é uma pergunta retórica, quero saber de verdade de você, blá-blá-blá”
Naquele dia resolvi responder o e-mail, era o trabalho de alguém que eu gostava e resolvi pagar p ver. Obviamente não deu em nada, eles não queriam saber de mim. Mas tudo isso leva ao ponto de que estamos cada vez mais trocando o desejo por interações pelo desejo de um séquito. Me parece a boa e velha dinâmica do fã clube que imprimia fotos, uma secretária assinava as fotos e o famoso as distribuía. Esse desejo certo por fama a qualquer custo gerou desde big brother, tiktok, até a febre de youtubers, e incontáveis formas de aumentar seus likes e followers. Até mesmo as contas que pedem/propõe interações, a maioria não visa a interação, mas o efeito dela durante os logaritmos.
Voltando as contas que eu interagi sem qq sucesso, resolvi olhar quantos seguidores e aí percebi que criar conteúdo, gerar seguidores e likes havia se tornado a atividade principal, a secundária era o conteúdo (Continua nas imagens)

(Continuação do texto I)
(Continuação do texto II)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s