Não abandone

Hoje vi postarem no grupo do meu condomínio a foto de um gato branco de 2 anos para adoção. Primeiro corri para fechar a foto antes que acabe com 5 gatos e 1 passo do esgotamento. Depois tentei ver como ajudar, mas de cara a energia do gato era de resignação. Acabei com uma brevíssima conexao e de cara ele parecia muito amoroso (inclusive se alguém quiser e puder adotar manda DM), mas resistente, como se precisasse ter certeza que não será abandonado, que não vai se entregar e ser largado e passar por todo o processo de insegurança novamente.
Esse é uma energia que já vi em muitos animais, inclusive alguns implorando por amor e dizendo não me deixe (de novo)!
Os humanos cada vez mais querem um núcleo multiespecie, mas muitos na primeira dificuldade abandonam o animal. A fidelidade em geral parece ser algo de mão única, sempre do animal. Talvez deva incluir as crianças nessa fidelidade também. Aos humanos adultos muitas vezes a fidelidade acaba quando não é mais conveniente.
Uma das minhas gatinhas foi jogada na rua, adotada e teve os filhotes tirados e na primeira inconveniência quiseram jogá-la na rua novamente. A outra, claramente uma gata de sofá que torce o nariz se tiver que sujar as patinhas, foi achada na rua muito mal após ser jogada também próximo do natal.
Uma das inconveniências é a clássica viagem de férias/festas. Essa é a época que um número enorme de animais são largados e abandonados.
Alguns animais que passaram por essa experiência relatam a falta de comprometimento humano, ou a falta de interesse. Colocaram a palavra dos humanos como algo duvidoso por não conectar com o real valor/conexão, por ainda ver relações como descartáveis, ver o mundo como descartável e perder o foco do que importa…
Lembro de ser criança e “aprender” (por mais que me parecesse absurdo) q são animais, eles se viram. Isso não é verdade para animais que viveram em lares humanos.
Com esse final de ano chegando dois lembretes: animais não são presentes, são seres. Se você se conectou com algum, lembre-se que ele fará parte do seu círculo familiar. Pratique a adoção responsável. Se você é guardião ou tem algum animal no seu círculo, não abandone.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s