Cobrança

Essa é uma questão comum que recebo e sem esgotar o assunto, queria apenas trazer algumas reflexões.

A primeira delas é que eu não cobro pelo meu “dom”, eu cobro porque é uma troca, estou disponibilizando um tempo do meu dia para me preparar, me centrar, muitas vezes utilizo velas, ervas, e dedico um período de tempo para aquela leitura/atendimento. Período que não se resume ao tempo de gravação recebido, existe um preparo antes e depois. O valor não é também o valor do meu tempo, nem tão pouco corresponde ao valor de troca da energia.

A questão do “dom”… primeiramente eu entendo que assim como temos sentidos físicos, todos temos sentidos extra físicos, só não aprendemos a validar e usá-los. Assim como com as questões físicas algumas pessoas tem mais aptidões para determinados esportes, outras para questões acadêmicas, outras tem o paladar mais desenvolvido, outras ainda o olfato, enfim… cada um tem uma facilidade, assim também entendi com as questões extra físicas. Todos podem aprender matemática, ou aprender a degustar vinho, ou a desenhar, mas alguns tem um verdadeiro talento para a matemática, outros conseguem sentir o aroma do pum da formiga da transilvania no vinho x, outros criam verdadeiras obras que valem milhões. Será que esses casos não estaríamos falando de dons tambem? E porque nesses casos acreditamos ser válido pagar? Inclusive creditamos (como sociedade) valores e vemos verdadeiros absurdos de preços em coisas que talvez não o mereceriam, então precisamos refletir o que tem valor e porque aceitamos ou não pagar pelas coisas.

Em terceiro, acredito que sim, que eu tenha uma facilidade com o mundo não visível, algo que acontece desde criança, mas para destravar todas as travas que foram colocadas ao longo dos tempos precisei de muito investimento. Então existe a facilidade, mas o aperfeiçoamento também. Nao guardo certificados, mas estava repassando a lista de cursos que já fiz para conhecer, aprimorar, ou até mesmo para conhecer o que as pessoas falavam sobre um tema que já era meu conhecido. Até onde consegui me lembrar é uma lista bem razoável de estudos. Fora os grupos de estudos e cursos que nunca registrei.

Assim como qualquer profissão, após algum tempo o profissional consegue falar sobre algumas coisas com muita facilidade, mas do mesmo jeito que os profissionais cobram por serviços, os trabalhos que lidam com outros aspectos do mundo também tem seu valor. Não importa o tipo de profissão, ainda que haja um dom, isso não faz com que não haja investimento, tempo, a diferença é que a sociedade aceita que um médico reconhecido cobre mais de 1000 reais por menos de uma gota de consulta, independente do resultado do trabalho, mas para algumas áreas as pessoas não querem pagar por não reconhecer internamente o valor.

Quando retornei aos atendimentos recebi um puxão de orelha de alguns animais. A primeira coisa foram eles me dizendo que não fazia sentido um trabalho com eles ter um valor inferior ao trabalho com um humano. A segunda coisa é que eu precisava rever os valores, ainda que não cobrasse o valor, vamos dizer, justo, eu precisava achar um valor confortável e trabalhar nessa questão. Um amigo também me disse: as pessoas pagam por uma pizza, mas não pagam por uma consulta, pensar nisso…

Esse é um ponto que também acho importante levantar, já frequentei mtos centros que nada cobravam e estavam sempre desesperados implorando contribuições, mesmo que claramente estivessem usando recursos físicos, tempo, estudo etc. Não critico esses lugares, mas tão uma reflexão, a maioria que frequenta não contribuía adequadamente, não iria se tivesse que pagar e não deixava de ter um celular, ou seus gastos com bobeiras, mas muitos desses frequentadores achavam que os lugares tinham obrigações e era inaceitável cobrar por dons.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s