Seguidores

“Você não tem medo de perder seguidores?”
Essa foi uma pergunta muito honesta, de uma pessoa que estava se sentindo presa em sua própria conta com a ideia de precisar ter mais seguidores e mantê-los.


Não. Não tenho medo, mas é muito fácil para mim dizer isso, já que minhas contas nunca tiveram o foco em vendas de trabalho. A maior parte do meu trabalho vem por indicação. Uns 30% ou 40% chegam por causa de algum texto, mas raramente foi sem indicação. Eu tinha uma conta com mais de 5mil seguidores e exclui sem qualquer dúvida qdo começou a dar problema com hackers.


Uma coisa que para mim sempre foi importante é não esconder quem sou ou penso. Eu escolhi não transformar essa conta em apenas textos sobre animais e/ou trabalhos com humanos, mas um processo constante de consciência e responsabilidade perante a vida real. Questões sobre liberdade sobre todos os seres (animais humanos e não humanos), responsabilidade e verdade são questões que me tocam muito e por isso ao invés de apenas escrever sobre isso me manifesto sobre vários acontecimentos. Se você perceber o tom, praticamente todos os meus textos (excluindo os que trazem ensinamentos dos animais) tem a tônica liberdade/responsabilidade/verdade.

Costumava deixar de seguir pessoas que postavam algo q eu discordava, mesmo tendo conteúdos que eu gostava. Até que comecei a olhar para todas essas pessoas e todos esses conteúdos, o que gosto e o que não concordo e tenho aprendido muito com isso. Obviamente nenhum deles me fere, no momento em que meus valores fundamentais foram feridos obviamente me afastarei), mas ter mais tolerância me ajudou não apenas a tentar entender como se formam as opiniões daquela pessoa, mas abrir um diálogo e ampliar meu estado interno (muitas vezes de discordância hahaha), mas o quê percebi em última instância e esse foi o ensinamento de máxima importância é perceber o que as pessoas estão transmitindo além das palavras. A linguagem e a semântica são muito falhas na comunicação. Junte-se isso ao fato de transmitirmos pensamentos, reproduções que nem sempre condizem com a verdade interna. Junte a experiência, crenças e ambiente daquela pessoa e teremos uma pobreza abismal não comunicação. Tente então entender o que de fato ela esta transmitindo, o que esta além das palavras. O que faz aquela pessoa se manifestar por A ou B. O que ela esta dizendo além do não dito. Muitas vezes esse olhar possibilita entendimentos maiores, o que não significa que não tenha vontade de decaptar algumas pessoas após dizerem certas coisas, mas aprendi que todos estamos em construção. É muito mais fácil aprender com alguém que não concordamos em tudo do que com alguém que colocamos em um pedestal. Com os primeiros nos esforçamos e somos responsáveis, com os segundos nós colocamos apenas em posição de receber e as vezes falha o olhar que analisa profundamente o que esta sendo transmitido.

Até recentemente eu tinha a ideia de que algumas pessoas que admiro muito o trabalho teriam mtos seguidores, que minha conta era pequena então não representava muita coisa. As pessoas não dariam o mesmo valor do que se a conta tivesse muitos seguidores. Até que descobri q uma pessoa que admiro muito tem o mesmo número de seguidores, o mesmo tanto de curtidas em suas postagens, e percebi que ela não precisa de um milhão de seguidores para tocar meu coração, e eu também não preciso para tocar o coração de alguém. Mas acredito que para tocar o coração de alguém eu preciso ser eu mesma, mesmo que coloque coisas controversas que possam desagradar. E agradando ou desagradando, estou super aberta a conversar sobre os temas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s