We will not comply

Lembro a quantidade de gente que deixou a minha página quando eu ainda tinha Facebook quando disse que achava um absurdo as bigtechs censurarem e excluírem as contas de Trump, dizendo que por mais que eu não aprovasse as falas dele, se as bigtechs estavam dispostas a fazer isso não tardaria a calarem outras pessoas como eu ou você. Nesses dois anos de 1000 pessoas 300 pararam de seguir…
Com a “desculpa” da checagem de fatos, que por várias matérias foi comprovado que não eram nem checagens verdadeiras ou desinteressadas, as mais diversas autoridades, opiniões e pessoas foram e estão sendo caladas nos últimos dois anos. Foram dois anos de censura nomeada como fake news ou conspiracionismo que no final foram comprovados, mas ninguém se importou em se incomodar com a tal censura.
Hoje mais um canal alternativo às garras de Marquinho está caindo, mas não ache que é para acabar com o nazismo (já deixo claro que não apoio qq discurso que venha para ferir o outro, curiosamente agora autorizados pelo Facebook se for contra a Rússia ou contra as pessoas que prezam pela autonomia e soberania do seu próprio corpo). A pedofilia, atrocidades contra animais, questões raciais, de gênero, cor, etnia, correm soltas nas redes do Marquinho sem que elas sejam fechadas, mas com essa desculpa, as pessoas serão caladas por não andarem na linha exigida.
Estamos numa agenda declarada onde a obediência será recompensado e quem não seguir a linha…
Fomos vigiados, censurados, hipnotizados, vivemos um patógeno (isso eu não nego), embalados em grande mentiras, estamos sendo doutrinados a obedecer e como gado levados para um futuro distópico cada vez mais presente.
Adoraria acreditar que alguém vem nos salvar, mas isso significaria que de fato somos gado sem poder, que não somos capazes de nos levantar pela nossa autonomia e liberdade, significa que poderíamos continuar em casa na frente da TV bebendo coca-cola e mc donalds, entupindo as artérias e culpando o sal na mesa de bar, o apito dos juízes ou o colega que clama pela soberania de sua saúde pelas nossas condições.
Ja provamos para os governos e corporações qtas hashtags são necessárias para comprarmos uma causa e seguirmos sem questionar. Agora é a hora de assumir que algo precisa ser feito. Assumir nossa soberania. Já foi anunciado mais um vírus a vir em breve. Já foi anunciada a crise energética, financeira, de alimentos. Já foi anunciada a crise climática. Já foi anunciado o fim da propriedade privada (e vc com medo de perder sua casa para o Boulos, procure pelo discurso do braço direito do líder do fórum econômico). Já foi anunciado necessidade de estudos com bebês (cuja guarda passa a ser do estado) com genoma modificado. Já foi anunciado a id digital que controlará todas as ações. Já foi anunciado a quebra da internet com um hackeamento global. Já foi anunciado o hackeamento em larga escala do DNA humano com controle das corporações e a maioria dessas coisas está acontecendo embaixo dos nossos narizes agora. Ja vivemos numa distopia. Resta saber quantos vão olhar para outras narrativas e se movimentar para criar alternativas a esse futuro e parar de aceitar serem calados e tratados como gado de corte.

We will not comply!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s